quarta-feira, 7 de maio de 2014

Nova língua

Por acaso vi a chamada da mais recente novela da Globo, e ela me deixou intrigado - mas não o suficiente para arriscar assistir ao folhetim.

A chamada contava que um dos personagens principais criou um computador (ou seria um software?) que ensina crianças a programarem - e ele trabalha numa ONG que gira em torno disso.

Ok. Há versões do Raspberry PI que foram pensadas para auxiliarem crianças na aprendizagem de programação - talvez o(s) autore(s) tenham pensando nisso.

A questão que me veio foi: a gente está num país onde as crianças mal sabem ler ou escrever! Será que estão capacitadas para lidar com linguagens formais e embasadas na mais exigente lógica? Mas isso não vem ao caso...

Há algum tempo eu vi uma charge - creio que do Alpino, mas procurei sem sucesso por ela - mais ou menos assim: o pai comenta com a esposa em frente ao filho pequeno - Doutor nada! Ele vai aprender a fazer aplicativos!

Isso certamente se refletia à febre dos aplicativos milionários...

Me lembra também de uma cena do Velocidade Máxima 2 (argh) quando o protagonista fala que queria aprender uma nova língua, mas como fala inglês -  daí, deduz-se, prescinde de outras - resolveu aprender linguagem de sinais...

Mas o que isso tudo tem a ver? Sei lá!

Vamos lá:
Saber programar será "trunfo profissional" das gerações atuais/vindouras (como já foi - lista temporal decrescente - o inglês; saber usar softwares da microsoft; datilografia; escrever; ter dentes...)?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

  ©Template por Dicas Blogger Modificado por mim!

TOPO